Passagens da Literatura à Psicanálise, via Direito

Passagens da Literatura à Psicanálise, via Direito
Recomende a um amigo Adicionar aos meus livros
Em papel:
Artigo disponível, envio imediato.
R$ 38,00


Se dizer ou escrever tudo é impossível, como mostram quer a psicanálise quer a literatura, há algo no entanto que resta do esforço: passagens. O termo é equívoco, múltiplo. Ele assinala a encruzilhada onde confluem, isto é, de onde partem ou onde chegam, as diversas passagens que formam a trama deste livro: passagens literárias, sem dúvida, mas também passagens aéreas, passagens do tempo, inúmeras passagens de um lugar para outro, sobretudo entre Portugal e o Brasil, pois vários textos resultam de comunicações apresentados neste último país, graças ao privilégio que me foi concedido de participar, ao longo de vários anos, das Jornadas de Direito e Psicanálise, promovidas pelo Núcleo de Direito e Psicanálise (NDP), na Universidade Federal do Paraná. Este livro é, assim, um cruzamento de passagens diversas. Mas o título nasceu de uma pergunta bem concreta: Já tem as passagens? Não, nessa altura ainda não tinha as passagens. Ei-las, finalmente. Que alguma coisa passe através delas é o desejo que anima este livro. Se bem que diversas, há um fio condutor que as liga: o ensino de Lacan. Foi ele que me orientou na psicanálise que fiz ao longo de vários anos, enquanto analisando, é ele que agora me orienta na minha prática como psicanalista. Mas o psicanalista não existe sempre, não opera sempre. Por vezes, alguma coisa passa. Há passagens.

Digite um comentário
Livros escritos por
Se os resultados não forem carregados automaticamente, pressione aqui para carregar